domingo, 17 de abril de 2011

Não mais órfão, mas, sim, filho!


A semana passada foi muito difícil, porque eu estava preocupado  com a vida! Segunda-feira passei servindo na cozinha aqui da base de Recife, e tentando ouvir Deus, mas as  minhas preocupações estavam falando mais alto.         Na Terça-feira a crise ficou brava: fiquei pensando nas alianças do meu noivado; minha igreja fazendo prospostas tentadoras... e por aí vai!! Caí da escada, e ainda quebrei o garrafão de água mineral do Show de Bola.  No fim do expediente tentei falar com Deus...
Alguns minutos depois  meus pais ligaram, e conversaram bastante comigo  me encorajando a confiar em Deus, e não me preocupar.
Fui  para o culto da base, e a pregação me fez pensar; pude ouvir a Deus...
Ele me fez lembrar duas perguntas:  
Quem sou eu?  
O eu que estava fazendo aqui? 
Ele me pediu pra confiar Nele, porque Ele é meu Pai, e eu estava ali porque Ele me chamou para amá-lo,  e às pessoas. E pediu-me para descansar.
Toda vez que eu me preocupava,  estava me tornando um órfão, pois não conseguia confiar que Ele é um Pai.
Quando o culto acabou, um casal de amigos veio  falar comigo, e com minha futura noiva. Eles contaram os milagres, passos de fé que deram , e como descansaram, pois  não ficaram mais  preocupados.
No fim,  falaram que estavam orando por nós, e deram  uma oferta para nossas alianças.  Eu fiquei pensando:  Deus é um Pai bom que nos surpreende !!!
Quanto mais resgatarmos a identidade de filhos, e ouvirmos e  obedecermos a Ele, as surpresas virão!!
Essa frase não saiu da minha cabeça a semana toda: “Não mais órfão, mas,  sim, filho!”

Para você que quer manter o contato pode me escrever para andremiguelr@gmail.com


Abraços,   André Ribeiro


1 comentários:

Alice Freire disse...

Ain q lindo...
Deus é sempre fiel. Aleluia.
me ensina Pai a confiar também ...

Postar um comentário

Newer Posts